Subscrever Newsletter
 
Fundação António Quadros
Arquivo Imprimir e-mail

Quando no dia 8 de Janeiro de 2009, a Fundação António Quadros foi oficialmente reconhecida pela Presidência do Conselho de Ministros, dava-se continuidade ao tratamento e à organização do espólio de Fernanda de Castro, António Ferro e António Quadros, iniciado quinze anos antes por Mafalda Ferro.

 

Este importante acervo documental e bibliográfico, inclui hoje, para além de uma valiosa biblioteca, os espólios documentais dos três escritores, doados pelos seus herdeiros, nomeadamente os manuscritos das suas obras, alguns deles inéditos, bem como a correspondência, fotografias, catálogos de exposições, monografias, recortes de imprensa, etc.

 

Em 2010, e até 2012, a Fundação contou com o apoio da FCT para o tratamento dos seus fundos arquivísticos, bem como para aquisição de materiais de acondicionamento e informático.

 

Um dos maiores objectivos da Fundação, a organização e divulgação do arquivo da Fundação António Quadros, tem por fim o apoio e acompanhamento de projectos de investigação, não só os que estão directamente relacionados com António Ferro, Fernanda de Castro ou António Quadros, mas também os que compreendem outras áreas de investigação, designadamente a cultura, a arte ou a filosofia do início do século XX e décadas subsequentes.

 

 

A Fundação pode ser visitada e o seu acervo pode ser consultado em qualquer dia da semana, entre as 9.00 e as 18.00, mediante marcação prévia.