Subscrever Newsletter
 
Fundação António Quadros
Breve História Imprimir e-mail

 

Depois da morte de Fernanda de Castro, em Dezembro de 1994, coube a Mafalda Ferro a responsabilidade de preservar, acondicionar, descrever e inventariar o seu espólio documental.

 

Durante 15 anos, esse espólio foi disponibilizado, a título particular, a todos os investigadores portugueses e estrangeiros que o procuraram para a realização de trabalhos académicos (doutoramentos, mestrados, licenciaturas), publicações, exposições, reportagens televisivas, homenagens e artigos. Esses trabalhos, depois de terminados, foram doados à Fundação, enriquecendo, desse modo, o seu acervo.

 

Com base nesse espólio Mafalda e Rita Ferro publicaram em 1999, a fotobiografia “Retrato de Família: Fernanda de Castro, António Ferro e António Quadros”, reveladora do percurso de vida das três personalidades.

 

O acervo documental de António Quadros, composto por mais de 60 caixotes de documentos, foi em finais de 2008 transferido para casa de Mafalda Ferro, tendo-se procedido à sua descrição sumária.

 

É intenção da Fundação preservar e divulgar estes preciosos fundos arquivísticos bem como o acervo bibliográfico doado pela família Quadros Ferro.

 

Refere-se, ainda, a importância das diversas doações documentais e bibliográficas legadas à Fundação por inúmeros particulares.

 

Para mais informação, consultar, na página inicial,

a Cronologia Histórica da Fundação António Quadros.