Subscrever Newsletter
 
Fundação António Quadros
PLANO DE ACTIVIDADES PARA 2018 Imprimir e-mail

PLANO DE ACTIVIDADES PARA 2018

 

Introdução

O Plano de Actividades que hoje se apresenta não é um documento fechado; vai sendo completado de acordo com as propostas e sugestões apresentadas no decorrer do ano e da presente reunião.

Como de costume, a Fundação dá especial incidência a actividades relacionadas com a temática do Prémio António Quadros do ano corrente que, em 2018, é o TURISMO.

 

Colaboradores

Prevê-se que, em 2018, as actividades da Fundação continuem a ser executadas por colaboradores em regime de voluntariado, apoiadas por particulares e Instituições e com a participação de cinco estagiários em contexto de trabalho, durante dois meses cada um, em horário integral.

 

Arquivo corrente

A Fundação dará continuidade, em 2018, ao acondicionamento e tratamento do Arquivo Corrente, acções essenciais à boa organização, gestão e registo das actividades da Fundação.

 

Arquivo histórico e biblioteca

Em 2018, como em anos passados, assim como nos futuros, o tratamento arquivístico do acervo da Fundação, constitui uma das suas principais prioridades; só é possível apoiar os investigadores através da disponibilização da documentação, se esta estiver descrita, identificada e correctamente acondicionada.

Continuar-se-á a dar especial incidência ao tratamento de documentos e obras para publicação e à digitalização de documentos para consulta, solicitados por investigadores portugueses e estrangeiros.

A Biblioteca da Fundação reune hoje mais de 7.600 títulos de obras literárias e 332 títulos de publicações periódicas num total de 2.586 exemplares. Prevê-se que o tratamento deste acervo esteja terminado e inserido no Sítio no primeiro trimestre deste ano.

 

Apoio à investigação

Os investigadores que têm recorrido ao arquivo e à biblioteca da Fundação são principalmente portugueses ou brasileiros, na sua maioria doutorandos, mestrandos, autores ou responsáveis por projectos culturais.

O apoio à investigação é um dos mais importantes objectivos da Fundação e é esse o objectivo que justifica todas as actividades da Fundação nomeadamente a promoção ou participação em exposições, colóquios, concursos, mesas redondas, publicações, atribuições de prémios, realização de estágios, etc…

Em 2018, a Fundação continuará a promover e a colaborar em projectos de investigadores ou de outras entidades.

 

Actividades em fase de programação

- Celebração da primeira década de existência da Fundação António Quadros: a Fundação foi instituída no dia 6 de Maio de 2018 e assinou um protocolo com a Câmara Municipal de Rio Maior no dia 6 de Maio de 2013. Importa, por isso, assinalar este dia.

- Recepção e tratamento de peças documentais, bibliográficas e artísticas doadas à Fundação: espólio de Augusto Cunha e herdeiros, doado pelo seu bisneto Pedro MacCarthy da Cunha.

- Prémio António Quadros 2018 TURISMO: Este Prémio, instituído em 2011 pela Fundação António Quadros, atingiu em 2017 a sua 7.ª edição tendo galardoado em 2011, a Filosofia; em 2012, Poesia; em 2013, o Romance; em 2014, a Literatura Infanto-Juvenil; em 2015, Imprensa; em 2016, o Teatro; em 2017, a Fotografia. Pretende-se em 2018 premiar um autor cuja obra tenha contribuído para o estudo e promoção de uma temática tão ao gosto de António Ferro, Fernanda de Castro e em cuja área o próprio António Quadros iniciou a sua carreira profissional: o TURISMO. O júri será presidido por José Guilherme Victorino.

- Concurso "Cartaz de Turismo": alvo: alunos do Curso Profissional de Multimédia, Turismo e Comércio da Escola Dr. Augusto César da Silva Ferreira. Será constituído um júri que avaliará os trabalhos e elaborado um regulamento que regimentará os procedimentos a adoptar. As obras finais serão expostas e, dessa exposição, será elaborado um catálogo.

- Exposição "António Ferro e o Turismo": Exposição a exibir por ocasião da entrega do Prémio António Quadros 2018 TURISMO (esta acção está dependente da aquisição de expositores pela Biblioteca Municipal já que é crucial garantir a segurança e preservação das obras e objectos que se pretende expor). Desta exposição, será elaborado um catálogo.

- Participação da Fundação, enquanto palestrante e detentora de um stand, na Feira de Turismo promovida pelo ISLA de Santarém, a 18 de Abril de 2018.

- Comemoração do Centenário de Dalila Pereira da Costa (1918/2012): celebração do centenário de nascimento de Dalila Pereira da Costa, com a participação de Mafalda Ferro nas celebrações de homenagem com a comunicação O tempo de Dalila Pereira da Costa e António Quadros: ideias, palavras e silêncios – 26 de Maio, 15h, Porto.

- Plano Editorial da Fundação: Publicação de Portugal, razão e mistério I, II, III; Preparação de outras obras para publicação.

- Apoio à Câmara Municipal de Rio Maior: A Fundação continuará a participar e a colaborar, sempre que solicitada, em actividades promovidas pela Câmara Municipal de Rio Maior, nomeadamente através da divulgação, na elaboração de exposições, na integração de júris, na doação de obras literárias, na relação com particulares e Instituições culturais, turísticas e de ensino do Município.

 

Sítio, facebook e newsletter

Grande parte dos investigadores e clientes da livraria tomam conhecimento das actividades, serviços prestados e acervo da Fundação através dos seus canais de comunicação, divulgação e consulta nomeadamente o Sítio, o Facebook e a Newsletter que em Janeiro deste ano publicou o n.º130.

Pretende-se, em 2018, concluir, para disponibilização no Sítio, documentos como "Correspondência, Fundo António Quadros", "Biblioteca-conteúdos" e "Hemeroteca-conteúdos".

A newsletter da Fundação continuará a estar disponível no Facebook, acção da responsabilidade de Cândida Cadavez.

 

Receitas da Fundação

Uma das principais preocupações da Fundação continua a ser a sua sustentabilidade financeira que em 2018 como em anos anteriores, terá como pilar os donativos dos "Amigos da Fundação António Quadros" bem como as receitas da Livraria.

 

30 de Janeiro de 2018

Mafalda Ferro