Subscrever Newsletter
 
Fundação António Quadros
Notas Biobliográficas Imprimir e-mail

 Autores 
Notas Biobliográficas
1953 - 1963
1963 - 1973
1973 - 1983
1983 - 1993
1993 - 2009
Outros Cargos

1964

- Publica Crítica e Verdade - Introdução à actual literatura portuguesa

- Funda e dirige até 1967, a revista de filosofia e cultura Espiral.

A Sociedade Portuguesa de Escritores publica na colectânea O Romance Contemporâneo, a sua conferência «O Romance Brasileiro Actual» e, no mesmo ano, uma separata do referido texto.

1965

- Recebe o Prémio Ricardo Malheiros e o Prémio de Novelística da Casa da Imprensa para Histórias do Tempo de Deus. Publica o Ensaio de Estética: Carlos Botelho e, ainda, «Conferências do Casino», in As Grandes Polémicas Portuguesas, vol.II. Traduz e prefacia Cadernos II, de Albert Camus.

1966

- Regressa à poesia com o volume de Odes, Imitação do Homem. Publica «O Português e o Barroco», separata da Revista da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Assis, Vol. 8-9.

1967

- Publica O Espírito da Cultura Portuguesa, ensaios literários e histórico-filosóficos.

1967/1968

- Publica A Teoria da História em Portugal, em 2 volumes.

- Colabora no nº 1 da Revista Contratempo - Letras e Artes.

1969

- Funda o IADE, reconhecido pelo Ministério da Educação no dia 4 de Setembro.

- Publica nas edições Panorama, António Ferro, como autor do prefácio e da antologia e, ainda, Uma Viagem à Rússia.

1970

- Publica Franco-Atirador, nas edições Espiral.

- Colabora no nº 3 da Revista A Ilha, suplemento do “Jornal da Madeira”.

- Assume o cargo de Director-Geral do IADE, desempenhando essa função até 1992.

1971

- Publica Ficção e Espírito.

1972

- Apresenta um ciclo de conferências sobre Literatura Infantil «O Sentido Educativo do Maravilhoso», Ministério da Educação/Biblioteca Nacional em Lisboa.

- Publica O Sentido Educativo do Maravilhoso (incluído em Memórias das Origens, Saudades do Futuro).

- Publica o seu depoimento  na colectânea Inquérito sobre a Filosofia Portuguesa.

1973

- Publica Pedro e o Mágico, contos para crianças, galardoado com o Prémio Nacional de Literatura infantil e juvenil da Secretaria de Estado da Informação e Turismo desse ano e ainda, A Aventura e o Mundo Juvenil e os seus Aspectos Educativos. Traduz e prefacia Os Justos, de Albert Camus. Traduz O Estrangeiro, de Albert Camus.