Subscrever Newsletter
 
Fundação António Quadros
Notas Biobliográficas Imprimir e-mail

 Autores 
Notas Biobliográficas
1953 - 1963
1963 - 1973
1973 - 1983
1983 - 1993
1993 - 2009
Outros Cargos

1984

- O estudo Fernando Pessoa, Vida, Personalidade e Génio é galardoado com o Prémio de Ensaio do Município de Lisboa. Participa no I Congresso Português de Literatura Brasileira «O Epos e o Mytos na Literatura Brasileira Moderna», realizado no Porto. Participa no colóquio «Introdução a Portugal Encoberto»», realizado em Viseu, com a apresentação «Que Projecto para Portugal?».

- Publica «Fernando Pessoa, Heteronomia e Alquimia», in Actas do II Congresso Internacional de Estudos Pessoanos, Centro de Estudos Pessoanos.

- Publica «O Homem Português», in Que Cultura em Portugal nos Próximos 25 anos.

 - No dia 26 de Julho, publica, no jornal "Tempo", Um Monarquismo Repensado.

- Publica o texto da sua conferência “O Homem Português”, proferida no dia13 de Dezembro, em “Que Cultura em Portugal nos próximos 25 Anos?”, obra comemorativa dos 25 Anos da Editorial Verbo.

1985

- Publica «A Obra de Leonardo Coimbra no Contexto Cultural da sua Época», na colectânea de estudos Leonardo Coimbra, Filósofo do Ideal e do Real, texto que será posteriormente publicado em separata.

- Organiza e escreve a introdução e notas para Mário Sá-Carneiro, Obra Poética (Poesia completa, incluindo os primeiros poemas e poemas dispersos. - Organiza e escreve a introdução e notas para Céu em Fogo de Mário Sá-Carneiro.

1985/1986

- Organiza e escreve a introdução e notas para Obra Poética e em Prosa de Fernando Pessoa (17 volumes).

- Publica “Fernando Pessoa, Poeta, Profeta e Alquimista do Verbo” na Revista Comunidades de Língua Portuguesa, nos 6/7, Estudos sobre Fernando Pessoa no Brasil.

1986

- Publica Portugal, Razão e Mistério – Uma Arqueologia de Tradição Popular.

- Organiza Fernando Pessoa, Obra em Prosa e escreve a introdução e notas. - Reúne e prefacia, com Dalila Pereira da Costa as Obras de Fernando Pessoa (três volumes).

- Entre os dias 3 e 18 de Novembro, ministra na Universidade Gama Filho, um curso sobre a Filosofia Contemporânea em Portugal, como Professor Visitante do Doutorado em Filosofia.

1987

- Publica Portugal, Razão e Mistério – O Projecto Áureo ou o Império do Espírito Santo. Publica O Primeiro Modernismo Português – Vanguarda e Tradição Democracia e Liberdade e, ainda a edição revista de A Filosofia Portuguesa, de Bruno à geração de «57».

- Participa no colóquio «Cumprir Portugal», no Instituto Dom João de Castro em Lisboa.

- Participa no Ciclo de Conferências Comemorativas do 75º Aniversário da «Renascença Portuguesa «Leonardo Coimbra e os seus Discípulos», promovido pela Fundação Eng.º António de Almeida no Porto.

- Escreve a introdução e posfácio para O Esoterismo de Fernando Pessoa, de Dalila L. Pereira da Costa (o posfácio foi incluído em Memórias das Origens, Saudades do Futuro).

1987

– Colabora na Revista Democracia e Liberdade.

1988

- Assume, até 1989, o cargo de membro do Conselho Patrocinador da revista de Filosofia Portuguesa, Leonardo. Orienta o Seminário de Cultura e Filosofia Portuguesa «La Paideia Luso-Brésilienne et La Philosophie de Langue Portugaise», na Universidade da Misericórdia/Fundação Lusíada em Friburgo.

- Apresenta a conferência «Romantismo e Misticismo na Pintura de Theresa Saldanha», na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

- Participa no ciclo de conferências de Cultura e Filosofia Portuguesa «Introdução à Teoria da Identidade Portuguesa» realizado na Universidade Gama Filho do Rio de Janeiro.

- Escreve o prefácio de Os Meninos d’Oiro – Vaudeville, de Augusto Cunha.

- Reúne, prefacia e redige as notas para a Obra Poética e em Prosa de Camilo Pessanha.

- Anna Maria Moog Rodrigues publica, no nº. 29 da revista Ciências Humanas, da Universidade Gama Filho, o depoimento: António Quadros, interprete da Cultura Portuguesa.

- O Instituto da Defesa Nacional publica “Nacionalismo e Patriotismo na Sociedade Portuguesa Actual”, no qual inclui o “Ensaio sobre a Identidade Portuguesa como Fundamento da Independência Nacional – societarismo, paisanismo, patriotismo e estatismo -, de António Quadros.

- Publica o estudo Introdução à Teoria da Identidade Portuguesa, na Colecção “Cadernos Políticos”, nº 2 – A Identidade Portuguesa – Cumprir Portugal.

1989

- Publica A Ideia de Portugal na Literatura Portuguesa dos Últimos Cem Anos e, ainda O Primeiro Modernismo Português – Vanguarda e Tradição.

- Apresenta o colóquio sobre o Culto do Espírito Santo «Do Império do Espírito de Santo ao Império da Filosofia», na Casa dos Açores/Biblioteca Nacional em Lisboa.

- Publica Mestre de Mestres ou Do magistério de Leonardo ao magistério dos discípulos, na colectânea O Pensamento Filosófico de Leonardo Coimbra, do qual se publicará uma separata.

- Escreve «António Ferro, artista da palavra e ‘comunicador’ do modernismo português», prefácio do livro Batalha de Flores, de António Ferro. 1989

– Colabora na Revista Leonardo.

- Publica A Porta Estreita, numa colectânea de textos recolhidos pela Universidade Católica Portuguesa: Os Meios de Comunicação Social e a Promoção da Justiça e da Paz.

- Publica “Delfim Santos – Introdução à Vida e à Obra”, no nº 44 da revista Reflexão, do Instituto de Filosofia Pontifícia da Universidade Católica de Campinas, SP.

Profere, na Câmara Municipal de Matosinhos, no dia 25 de Novembro, a conferência “Órfão de Pai, Órfão de Pátria” ou “Fernando Pessoa e a Demanda da Identidade Perdida”.

1990

- Assume o cargo de Presidente da Comissão Nacional para o Ano Internacional da Alfabetização, sob a égide da UNESCO.

- Assume o cargo de Membro da Alta Autoridade para a Comunicação Social que manterá até 1991. Apresenta a conferência «Belém: a sacralização manuelina do espaço simbólico», no Salão Nobre da Câmara Municipal de Setúbal.

- Promove e apresenta o ciclo de Conferências «Portugal e a Ideia de Descoberta», no IADE em Lisboa.

- Publica «Delfim Santos – Introdução à Vida e à Obra», no volume colectivo Delfim Santos - Octogésimo Aniversário do Centro Cultural Delfim Santos, no seu octogésimo aniversário do seu nascimento.

- Redige a introdução e as notas de Mensagem e outros Poemas Afins, de Fernando Pessoa. ~

- Colabora na Revista O Tripeiro, com o artigo “Introdução à Estrutura do Universo Camiliano”.

- O Boletim Cultural da Fundação Calouste Gulbenkiam publica o seu depoimento “Os dois Portugais”.

1991

- Publica Uma Frescura de Asas, romance inspirado nos últimos dias de Sampaio Bruno. Publica Trovas para o Menino Imperador no Dia de Pentecostes. Funda e faz parte da direcção do Instituto de Filosofia Luso-Brasileira. Apresenta a conferência «Raul Lino, o último arquitecto» no Instituto Alemão de Lisboa. Reúne, prefacia e redige as notas para a Obra Poética Completa de Mário de Sá-Carneiro. Colabora no catálogo da exposição “Margarida Cepeda – A Busca do Infinito”, escrevendo o texto de apresentação

1992

- Publica Memórias das Origens, Saudades do Futuro – Valores, Mitos, Arquétipos, Ideias e Estruturas Simbólicas do Imaginário na Literatura Portuguesa. Reúne, prefacia e elabora notas de Cartas Escolhidas, de Mário de Sá-Carneiro.

-Participa na colectânea «Temas Portugueses e Brasileiros - Selecção de Textos de Autores Portugueses sobre Temas Culturais do Brasil e de Autores Brasileiros sobre Temas Culturais Portugueses» com o texto O Epos e o Mythos na Literatura Brasileira Moderna (pág. 155).

1993

- Publica Antero de Quental, do Poeta-Filósofo ao Poeta-Religioso. A Questa, A Odisseia, a Peregrinação, separata das Actas do Congresso Anteriano Internacional, Universidade dos Açores, Ponta Delgada.

- Morre no dia 21 de Março, dia da árvore, símbolo da vida para a qual tão gloriosamente contribuiu. Deixa na família, nos amigos e na cultura, uma lacuna que jamais será preenchida.

- O Instituto de Filosofia Luso-Brasileira, publica “António Quadros”, colectânea de textos sobre o amigo, companheiro, fundador e director do Instituto.