Subscrever Newsletter
 
Fundação António Quadros
CRONOLOGIA HISTÓRICA DA FUNDAÇÃO Imprimir e-mail

11 de Novembro de 1956

Morte de António Ferro: o seu espólio fica na posse de sua mulher, Fernanda de Castro.

 

21 de Março de 1993

Morte de António Quados: o seu espólio fica na posse de sua mulher, Paulina Ferro.

 

19 de Dezembro de 1994

Morte de Fernanda de Castro: o seu espólio é herdado por seu filho, Fernando Manuel, e pelos seus três netos, António, Mafalda e Rita Ferro.

 

1994/1999

O espólio é tratado em sua casa por Mafalda Ferro, a fim de se decidir qual o destino a dar-lhe.

 

1999

Publicação por Mafalda e Rita Ferro de Retrato de uma família: Fernanda de Castro. António Ferro. António Quadros.

 

13 de Janeiro de 2004

Morte de Fernando Manuel de Castro e Quadros Ferro: o seu espólio é herdado por seus filhos Manuel Vicente e Stephanie Lemonnier Ferro.

 

31 de Agosto de 2006

Inicio do processo de estruturação da Fundação António Quadros por José Carlos Calazans e Mafalda Ferro.

 

7 de Janeiro de 2007

Compromisso verbal, por parte dos cinco netos de António Ferro e Fernanda de Castro, de doação do seu espólio, caso se concretize o projecto Fundação António Quadros.

 

8 de Março de 2007

Pedido de um espaço em Lisboa para a Fundação António Quadros em carta dirigida ao Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Dr. António Luís Santos Costa.

 

26 de Abril de 2007

Primeira reunião oficial da Comissão Instaladora da Fundação António Quadros. Estiveram presentes os membros da comissão instaladora: Mafalda Ferro, Maria de Bragança, Luís Moreira, Rui Neves da Silva (ROC), Rui Lopes (TOC) e Teresa Moura Coutinho.

 

16 de Maio de 2007

Segunda reunião da Comissão Instaladora da Fundação António Quadros. Estiveram presentes os membros da comissão instaladora: Mafalda Ferro, Maria de Bragança, Luís Moreira, Francisco d`Orey Manoel, José Carlos Calazans, Mário Quina e Teresa Moura Coutinho que assessorou a reunião.

 

24 de Maio de 2007

Terceira reunião da Comissão Instaladora da Fundação António Quadros. Estiveram presentes os membros da comissão instaladora: Mafalda Ferro, Maria de Bragança, Luís Moreira, José Carlos Calazans, Mário Quina, Rui Albuquerque assim como Rui Neves da Silva (ROC), Rui Lopes (TOC) e Teresa Moura Coutinho que assessorou a reunião.

 

18 de Outubro de 2007

Avaliação do espólio de António Ferro e Fernanda de Castro por Isabel da Cunha dEça.

 

20 de Fevereiro de 2008

Avaliação do espólio de António Quadros por Artes e Letras - Livreiro Antiquário - Luís Almeida Gomes.

 

6 de Maio de 2008

Instituição da Fundação António Quadros - Cultura e Pensamento, pessoa colectiva de direito privado n.º 508524873, com sede em Rio Maior, na Rua Capitão Castelo n.º 6, em Vale de Óbidos, Rio Maior.

Instituidores: Ana Mafalda Roquette de Quadros Ferro; António Duarte Roquette de Quadros Ferro; Manuel Vicente Lemonnier Ferro; Paulina Maria de Roure Roquette Ferro; Rita Maria Roquette de Quadros Ferro; Stéphanie Bárbara Lemonnier Ferro.

Estiveram presentes no cartório notarial de Melânia Jones Dores Valente Ribeiro, em Lisboa, Rui Patrício Albuquerque, António Roquette Ferro e Mafalda Roquette Ferro representando também sua mãe Paulina Maria de Roure Roquete Ferro, sua irmã Rita Maria Roquete de Quadros Ferro e, seus primos Stephanie Barbara e Vicente Lemmonier Ferro.

 

Setembro de 2008

Reunião de um júri constituído por António Roquette Ferro; Francisco Roquette Ferro Gautier; João Alves Miranda; Luís Almeida Gomes; Madalena Ferreira Jordão; Mafalda Ferro; Maria Barthez; Mário Gentil Quina para constituição de um concurso destinado a selecionar a Imagem Gráfica da Fundação António Quadros, elaboração de regulamento e apreciação de projectos apresentados.

Local; Rua Palmira, 10, r/c Esq., Lisboa.

 

5 de Outubro de 2008

Convite enviado a um grupo de designers gráficos, diplomados pelo IADE criado por António Quadros em 1969, no sentido de apresentarem a concurso um projecto para a Imagem Gráfica da Fundação António Quadros. Participantes: António Brum; Duarte Pinheiro de Mello; Fernando Oliveira; José Maria Ribeirinho; Luísa Reis Paulo; Mafalda Samwell Diniz; Pedro Albuquerque; Rita Maia Moura.

 

28 de Outubro de 2008

Reunião com os designers a concurso Imagem Gráfica da Fundação António Quadros.

Local: Sala de leitura da SCML, Lisboa.

 

8 de Janeiro de 2009

Reconhecimento da Fundação António Quadros, em Despacho n.º 2400/2009 assinado pelo Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, Dr. Jorge Lacão.

Criação por Mafalda Samwell Diniz de uma medalha e, por João Abrantes de uma escultura, peças comemorativas desse dia.

 

7 de Fevereiro de 2009

Primeira reunião do Conselho de Administração da Fundação António Quadros. Tomada de posse dos membros dos Conselhos de Administração e Fiscal. Foi aprovado por unanimidade e aclamação um voto de louvor e agradecimento aos Instituidores da Fundação, herdeiros de Fernanda de Castro e de António Ferro que, ao doarem o espólio da família, tinham possibilitado a criação da Fundação António Quadros Cultura e Pensamento.

Primeiro Conselho de Administração: Mafalda Roquette Ferro (presidente); António Roquette Ferro; Francisco dOrey Manoel; Luís de Almeida Gomes ; Maria Barthez de Bragança (vice-presidente); Rui Patrício Albuquerque; Mário Serra Gentil Quina.

Primeiro Conselho Fiscal: Sara do Ó Chaves (CF-TOC); Teresa Moura Coutinho (CF); Rui Neves da Silva (CF-ROC).

 

23 de Março de 2009

Cerimónia oficial de apresentação da Fundação António Quadros, no Círculo Eça de Queiroz, casa fundada por António Ferro (sócio nº 1), em Lisboa.

Exposição dos projectos apresentados pelos designers convidados a participar no concurso Imagem Gráfica da Fundação António Quadros. Entrega de prémio a Mafalda Samwell Diniz, vencedora do concurso Imagem Gráfica da Fundação António Quadros.

 

4 de Maio de 2009

Pedido de um espaço em Lisboa para a Fundação António Quadros em carta dirigida ao Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Dr. António Luís Santos Costa.

 

26 de Maio de 2009

Apresentação de um processo de pedido de subsídio ao Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Professor José Mariano Gago.

 

14 de Julho de 2009

Publicação do primeiro número da newsletter da Fundação, a publicar mensalmente.

 

8 de Outubro de 2009

Informação enviada pelo Professor José Mariano Gago sobre a disponibilidade do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior em apoiar o esforço inicial da Fundação com o objectivo de assim contribuir para o reforço do conhecimento e da actividade científica nos domínios próprios da Fundação. A FCT fica desde já autorizada a celebrar com a Fundação António Quadros um protocolo que defina e formalize esse apoio, por um período de 3 anos e um montante máximo global de 150.000 euros.

 

4 de Setembro de 2009

Pedido de rectificação e alteração dos Estatutos da Fundação António Quadros - Cultura e Pensamento enviado à Secretaria Geral da Presidência do Conselho de Ministros.

 

13 de Outubro de 2009

Aprovação pelo Secretário-geral da Presidência do Conselho de Ministros, Dr. José Maria Sousa Rego, da primeira alteração aos Estatutos iniciais da Fundação.

 

15 de Dezembro de 2009

Assinatura do protocolo de cooperação entre a FCT e a Fundação António Quadros.

 

16 de Dezembro de 2009

Alteração dos Estatutos da Fundação realizada em escritura lavrada no cartório notarial de Melânia Jones Dores Valente Ribeiro, em Lisboa.

 

9 de Janeiro de 2010

A Fundação completa hoje o seu primeiro ano de existência. Não posso, não quero, deixar passar este dia sem partilhar a enorme felicidade que sinto e, sem me pronunciar sobre a importância da vossa participação, amizade e confiança. No decorrer deste ano, caminhámos rumo aos objectivos a que nos propusemos e, com o apoio concedido pela FCT (protocolo já assinado) reunimos actualmente as condições essenciais para iniciar uma nova e fundamental etapa que abrangerá, não só grande parte das actividades planeadas para 2010, como constituirá um ponto de partida para a concretização dos grandes objectivos da Fundação. Acredito na equipa Fundação, nas suas capacidades e vontade de solucionar as dificuldades internas da Fundação como por exemplo a falta de instalações e de recursos humanos e a sua sustentabilidade financeira.

 

16 de Abril de 2010

Transferência da Biblioteca de António Quadros para a sede cultural da Fundação. Estes livros constituem um indispensável instrumento de trabalho para os que estudam a obra de António Quadros pois contêm sublinhados e notas à margem redigidas por AQ.

 

11 de Março de 2010

Inauguração da Exposição Suroeste. Relaciones literarias y artísticas entre Portugal y España (1890-1935),  realizada pelo pelo MEIAC (Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporáneo Badajoz) com a colaboração da Fundação António Quadros. Comissariada por António Franco, Antonio Sáez Delgado, Juan Manuel Bonet, Luís Manuel Gaspar, Sara Affonso Ferreira.

 

21 de Março de 2010

Lembrando a data da morte de António Quadros, Gonçalo Sampaio e Mello apresentou Alma, Sonho, Poesia selecção de poemas de Fernanda de Castro, primeira obra editada pela Fundação António Quadros. Maria João Quadros, Gonçalo da Câmara Pereira e José Campos e Sousa, cantaram poemas de Fernanda de Castro e de António Quadros. As celebrações decorreram nas instalações da Arte na Linha Formação Criativa, fundada e dirigida por António Roquette Ferro. 

 

23 de Maio de 2010, domingo de Pentecostes

António Quadros foi recordado na XX Festa do Espírito Santo organizada no Convento Sonho Associação Agostinho da Silva por Maurícia Teles e Paulo Borges, com o apoio da Convento da Arrábida Fundação Oriente. Foram lidos textos de Agostinho da Silva, António Quadros e Dalila Pereira da Costa. Os cânticos incluiram Trovas para o Menino Imperador, de António Quadros com música de Maurícia Teles.

 

6 de Agosto de 2010

Morte de Paulina Roquette Ferro, viúva de António Quadros, patrona, instituidora e membro do Conselho Consultivo da Fundação António Quadros. Não será esquecida.

 

24 de Setembro de 2010

Declaração do Conselho Fiscal sobre o  Orçamento para 2011 refrindo que foi elaborado de forma coerente com base nos pressupostos adoptados, pelo que damos o nosso parecer favorável à sua aprovação.

 

7 de Fevereiro de 2011

Assinatura do protocolo de cooperação entre o Instituto dos Museus e da Conservação, através do Museu de Arte Popular, e a Fundação António Quadros.

 

14 e 15 de Fevereiro de 2011

Colóquio Obra e Pensamento de António Telmo, promovido pelo Instituto de Filosofia LusoBrasileira, onde António Quadros Ferro apresentou a comunicação «Correspondência entre António Telmo e António Quadros».

 

25 de Fevereiro de 2011

Declaração do Estatuto de Utilidade Pública, por despacho 4343/2011, assinado por João Tiago Valente Almeida da Silveira, Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, que referiu Trata-se de uma Fundação que evidencia, face às razões da sua existência e aos fins que visa prosseguir, manifesta relevância social. Coopera com entidades públicas e privadas na prossecução dos seus fins." 

Assinatura do protocolo de colaboração entre a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril e a Fundação António Quadros.

 

26 de Março de 2011

Homenagem a António Quadros 18 anos depois, no Palácio Foz, em Lisboa. Apresentação da obra com o mesmo nome e, também, de Delfim Santos e a Família Castro e Quadros Ferro, obras editadas pela Fundação António Quadros Edições.

 

14 de Julho de 2011

Cerimónia de entrega da 1.ª edição do Prémio António Quadros 2011 FILOSOFIA por Mafalda Ferro, presidente da Fundação, e por António Braz Teixeira, presidente do júri também constituído por Miguel Real, Manuel Ferreira Patrício, Manuel Cândido Pimentel e Paulo Borges, a «Natureza, Razão e Mistério Para uma leitura comparada de Sampaio (Bruno)»,  na Sala Antão de Almada, no Palácio da Independência da Sociedade de História da Independência de Portugal.

 

13 de Dezembro de 2011

Por proposta de Gonçalo da Câmara pereira, o CDSPP, o PSD, o MPT e o PPM, apresentaram em Assembleia Municipal, uma recomendação para atribuição de instalações no Município de Lisboa. A moção é aprovada por unanimidade.

 

3 de Fevereiro de 2012
Reunião realizada com Dra. Catarina Vaz Pinto, vereadora da CML, com vista à obtenção de um espaço para a fundação em Lisboa.

 

23 de Fevereiro de 2012
Aprovação e publicação no Portal da Justiça das alterações introduzidas nos Estatutos.

 

 8 de Maio de 2012

Colóquio Turismo em Portugal. Passado. Presente. Que Futuro?, realizado nas instalações da ESHTE, no Estoril. A abertura da sessão esteve a cargo do Presidente da Câmara Municipal de Cascais. A coordenação geral do projecto foi de Mafalda Ferro. Moderado por António Roquette Ferro e Fernando João Moreira, o Colóquio contou com a participação de Alberto Marques; Armando Rocha; Celestino Domingues; Gabriela Carvalho; José Guilherme Victorino; Manuel Coelho da Silva; e Margarida Magalhães Ramalho, que abordaram, respectivamente, as temáticas Turismo em Portugal. Explorar o Passado, Perspectivar o Futuro; Turismo e Hotelaria passado, presente e futuro; Turismo, os primeiros anos 1911-1930; As Festas da Cidade de Lisboa; O Legado de António Ferro em Prol do Turismo; Turismo e Identidade Estoril na Vanguarda do Turismo.

Inauguração da exposição bibliográfica e documental de elementos associados à História do Turismo em Portugal A acção de António Ferro em prol do Turismo realizada no âmbito do Colóquio do Turismo. Em exibição pôde visualizar-se, além do busto de António Ferro, por Álvaro de Brée, um conjunto inédito de fotografias, diplomas, obras literárias, mapas, cartazes de turismo, postais e, ainda, uma mostra de artesanato popular.

 

27 de Maio de 2012

22.ª Festa do Espírito Santo, na Arrábida, organizada por Maurícia Teles, com o apoio da Fundação António Quadros.

 

14 de Julho de 2012

Apresentação de algumas edições da Fundação António Quadros: Turismo em Portugal. Passado. Presente. Que Futuro? Actas; três colecções de postais: 12 Cartazes de Turismo, 12 Capas de edições SPN/SNI, 12 capas de revistas Panorama; colecção de 12 Cartazes de Turismo, produzida para exposição no dia do Colóquio Turismo em Portugal. Passado. Presente. Que Futuro?.

 

3 de Setembro de 2012

O Senhor Secretário de Estado da Cultura, Dr. Francisco José Viegas declarou o interesse cultural da Fundação António Quadros para efeitos de mecenato em relação ao projecto Apoio à investigação e Tratamento do Espólio Documental 2013/2015.

 

13 de Setembro de 2012

Comunicado do Conselho de Ministros no fim do processo do Censo às Fundações do qual se entende que a Fundação António Quadros não é extinta e conserva o Estatuto de Utilidade Pública.

 

19 de Outubro de 2012

Assinatura do protocolo de colaboração entre a Fundação António Quadros e a Presidência do Conselho de Ministros, através do Gabinete para os Meios de Comunicação Social-Palácio Foz, adiante designado por GMCS.

 

14 de Novembro de 2012

Entrega do Prémio António Quadros 2012. Instituído pela Fundação António Quadros, o Prémio António Quadros foi criado com o objectivo de celebrar a vida e a obra de António Quadros, assim como de distinguir, encorajar e divulgar o pensamento português nas suas múltiplas expressões e géneros, tarefa a que o pensador dedicou grande parte da sua actividade intelectual. Em 2012, a área seleccionada foi a Poesia e o júri presidido por José Carlos Seabra Pereira e, também, constituído por António Cândido Franco, Fernando J. B. Martinho, Nuno Júdice e Pedro Mexia, deliberou entregá-lo a «Lendas da Índia», de Luís Filipe Castro Mendes em cerimónia realizada no Palácio Foz em Lisboa, ao som da música de Rão Kyao e na presença de quase uma centena de personalidades.

 

13 de Dezembro de 2012

Por iniciativa de Gonçalo da Câmara Pereira, o CDS-PP, o PSD, o MPT e o PPM, apresentaram à Assembleia Municipal uma recomendação para que se atribua à Fundação António Quadros instalações no Município de Lisboa. Esta recomendação reuniu ainda o apoio de vários independentes, tendo sido aprovada por maioria absoluta e encaminhada ao Secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas.

 

Fevereiro de 2013

Colóquio António Quadros, nos 20 Anos da sua morte, promovido pelo Círculo António Quadros com o apoio da Fundação.

 

15 de Março de 2013

Conforme exposto na informação dos serviços DAJD/179/2013 do processo administrativo n.º 38/VER/2013, instruído na Secretaria-geral da Presidência do Conselho de Ministros, através do Despacho n.º 10503/2012, de 31 de Julho de 2012, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 151, de 6 de Agosto de 2012, foi confirmado o estatuto de utilidade pública da Fundação António Quadros-cultura e pensamento, no dia 15 de Março de 2013, pelo Secretário-geral da Presidência do Conselho de Ministros, Luís Maria de Barros Serra Marques Guedes. O Estatuto passa a reger-se pelo disposto na Lei-Quadro das Fundações.

 

6 de Maio de 2013

Assinatura de protocolo de cooperação com a Câmara Municipal de Rio Maior.

Local: Câmara Municipal de Rio Maior.

 

13 de Maio de 2013

Abertura do Colóquio António Quadros: Obra. Pensamento. Contextos. Nos 90 anos do seu nascimento e 20 anos da sua morte promovido pelos Centros de Estudos de Filosofia (CEfi) e de Comunicação e Cultura (CECC) da Universidade Católica de Lisboa, pela Fundação António Quadros e pelo Real Gabinete de Leitura do Rio de Janeiro, sob o Alto Patrocínio de Maria Cavaco Silva e em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e com a Câmara Municipal de Cascais.

Local: Casa da Cultura de Cascais.

 

14 e 15 de Maio de 2013

Colóquio internacional António Quadros: Obra, Pensamento, Contextos. Nos 90 anos do seu nascimento e 20 anos da sua morte. Organizado pelos Centros de Estudos de Filosofia e de Estudos de Comunicação e Cultura da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa; pela Fundação António Quadros; pelo Real Gabinete de Leitura do Rio de Janeiro.

Local: Universidade Católica Portuguesa, Lisboa, auditório 2.

 

Maio/Junho de 2013

Exposição António Quadros: vida e obra 1923 | 1993, em parceria com a Biblioteca Universitária João Paulo II. Local: Universidade Católica Portuguesa em Lisboa.

 

Junho de 2013

Colóquio António Quadros 19231973, promovido pelo Círculo António Telmo.

 

13 de Julho de 2013

Inauguração oficial das novas instalações da Fundação em Rio Maior, cedidas pela Câmara Municipal de Rio Maior. Na cerimónia de inauguração tomaram da palavra Isaura Morais, presidente da CMRM, Guilherme dOliveira Martins, presidente do Centro Nacional de Cultura e membro do Conselho Consultivo da Fundação António Quadros, Mafalda Ferro, presidente da Fundação e Mafalda Samwell Diniz, autora da imagem gráfica da Fundação.

Inauguração da exposição António Quadros: vida e obra, realizada pela Fundação António Quadros com apoio da Biblioteca Municipal Laureano Santos.

Local: Átrio da Biblioteca Laureano Santos | Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

Outubro de 2013

IV Encontro dos Amigos da Fundação António Quadros. 

Publicação do n.º 12 da revista Nova Águia dedicada a «António Quadros, rosto mais visível da Filosofia Portuguesa nos 20 anos da sua morte» (2.º semestre de 2013). Com o apoio da Fundação António Quadros.

 

16 de Novembro de 2013

Entrega do Prémio António Quadros 2013 ROMANCE à obra A Cidade de Ulisses de Teolinda Gersão por Mafalda Ferro, presidente da Fundação António Quadros e por Manuel Cândido Pimentel, presidente do júri também constituído por Alexandra Lopes; Guilherme Oliveira Martins; Manuel Frias Martins; e Maria João Lopo de Carvalho.

Apresentação por António Braz Teixeira e Renato Epifânio do n.º 12 da revista Nova Águia dedicada a «António Quadros, rosto mais visível da Filosofia Portuguesa nos 20 anos da sua morte».

Local: Átrio da Biblioteca Laureano Santos | Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

5 de Dezembro de 2013

Realização do colóquio, organizado por Teresa Rita Lopes Nós os de Orpheu, Contou com a participação de Mafalda Ferro que apresentou, em nome da Fundação António Quadros, a comunicação No rasto de António Ferro e de Fernanda de Castro.

Local: Academia das Ciências de Lisboa.

 

11 de Dezembro de 2013

A Fundação António Quadros, com o apoio da CMRM,  inaugurou a exposição de presépios NATAL QUER DIZER NASCIMENTO que patenteou mais de 50 presépios executados num período temporal de cerca de 75 anos (1938-2013) em diversos materiais naturais e sintéticos, nomeadamente tijolo, acrílico, pedra, vidro, barro, tecido, gesso, sabonete, cortiça, madeira e porcelana. Local: Átrio da Biblioteca Laureano Santos | Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

27 de Março de 2014

Colóquio Vamos falar de provérbios organizado pela Fundação António Quadros e pela Biblioteca Laureano Santos no âmbito da comemoração dos 8 Séculos da Língua Portuguesa. Workshop e palestra de Rui Soares, presidente da Associação Internacional de Paremiologia.

Inauguração da exposição bibliográfica Provérbios realizada pela Fundação António Quadros e pela Biblioteca Laureano Santos em Rio Maior.

Local: Átrio da Biblioteca Laureano Santos | Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

8 de Junho de 2014

Festa do Espírito Santo na Arrábida, Domingo de Pentecostes. Participação: Associação Agostinho da Silva, Fundação António Quadros e representantes de diversos grupos culturais e religiosos. Organização de Maurícia Telles.

 

13 de Junho de 2014

Inauguração da exposição documental, artística e bibliográfica de peças existentes no acervo da Fundação «De Fernando Ninguém a Fernando Pessoa, a presença de Fernando Pessoa na Fundação António Quadros», patente até dia 30 de Junho. Usaram da palavra: José Albino Correia, director da Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira, de Rio Maior, Ana Filomena Figueiredo, vereadora da Câmara Municipal de Rio Maior; Mafalda Ferro, presidente da Fundação António Quadros; Francisco Moraes Sarmento, investigador da Fundação.

Âmbito: 126.º aniversário do nascimento de Fernando Pessoa.

Local: Átrio da Biblioteca Laureano Santos | Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

15 de Outubro de 2014

Recepção dos trabalhos candidatos ao concurso Retrato de Fernanda de Castro (desafio lançado às crianças das escolas de Rio Maior).

Âmbito: Em Memória de Fernanda de Castro, 20 anos depois da sua morte.

Local: Átrio da Biblioteca Laureano Santos | Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

25 de Outubro de 2014

Entrega do Prémio António Quadros 2014 LITERATURA INFANTO-JUVENIL à obra Nunca digas nunca, de Lara Xavier, com ilustrações de Raquel Pinheiro e de uma Menção Honrosa a "Este livro está a chamar-te (não ouves?), de Isabel Minhós, com ilustração de Madalena Matoso. Júri: Ana Maria Magalhães (presidente); João Ameal; Inês Pupo;  Ana Pereira Martins.

Inauguração da exposição Fernanda de Castro: uma vida dedicada às crianças, 20 anos depois da sua morte, realizada pela Fundação António Quadros, patente até 11 de Dezembro. Entrega de prémios às vencedoras em exaequo do concurso Retrato de Fernanda de Castro, Daniela Sofia Adrião e a Rita Chambel Henriques, respetivamente de nove e sete anos.

Âmbito: Em Memória de Fernanda de Castro, 20 anos depois da sua morte.

Local: Átrio da Biblioteca Laureano Santos | Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

24 de Novembro de 2014

Inauguração da exposição documental, artística e bibliográfica de peças existentes no acervo da Fundação «A presença de Fernando Pessoa na Fundação António Quadros: de Fernando Ninguém a Fernando Pessoa», patente até dia 11 de Dezembro. Usaram da palavra: José Albino Correia, director da Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira, de Rio Maior, Ana Filomena Figueiredo, vereadora da Câmara Municipal de Rio Maior; Mafalda Ferro, presidente da Fundação António Quadros; Francisco Moraes Sarmento, investigador da Fundação.

Âmbito: 126.º aniversário do nascimento de Fernando Pessoa.

Local: Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira, de Rio Maior.

 

15 de Dezembro de 2014

Inauguração da exposição O Presépio - e a sua História. Mostra de presépios, bibliografia e informação patente até dia 9 de Janeiro de 2015. -

Local: Átrio da Biblioteca Laureano Santos | Fundação António Quadros | Rio Maior.

Âmbito: Celebração no Natal.

Local: Átrio da Biblioteca Laureano Santos | Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

14 de Abril de 2015

 

Seminário "António Ferro. O tempo. As ideias. O modo.” Comissão Científica: Ana Cristina Martins; Guilherme d’Oliveira Martins; Madalena Ferreira Jordão: Mafalda Ferro; Vítor Escudero. Local: Sociedade de Geografia de Lisboa.

 

14 de Abril de 2015

Mostra de fotografias, livros, cartas, manuscritos e falerística evocativa da Vida e Obra de António Ferro António Ferro: A imagética da memória., patente até 30 de Abril. Organização: Mafalda Ferro; Vítor Escudero.

Local: Sociedade de Geografia de Lisboa.

 

18 de Abril de 2015

Exposição A arte do ex-libris. Organização: Sérgio Avelar Duarte, presidente da Academia; Vítor Escudero.

Local: Academia Portuguesa de Ex-Libris.

 

18 de Abril de 2015

Mesa Redonda em torno de António Ferro. Organização: Mafalda Ferro.

Local: Academia Portuguesa de Ex-Libris.

 

4 de Maio de 2015

Assinatura de um protocolo de cooperação de estágios profissionais em contexto de trabalho entre a Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira, nesse acto representada pelo seu director, José Albino, e a Fundação António Quadros, nesse acto representada pela sua presidente, Ana Mafalda Roquette de Quadros Ferro.

Local: Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

28 de Maio de 2015

Assinatura de um protocolo de cooperação entre a Academia Lusófona Luís de Camões, o Instituto Fernando Pessoa Língua Portuguesa e cultural lusófonas, Instituições, neste acto, representados por Annabela Ritta, sua presidente, e a Fundação António Quadros Cultura e Pensamento, nesse acto representada pela sua presidente, Ana Mafalda Roquette de Quadros Ferro.

Local: Lisboa | Rio Maior.

 

31 de Agosto de 2015

Inauguração da exposição JUNTO AO MAR , patente até 27 de Julho de 2015

Local: Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

22 de Setembro de 2015

Inauguração da exposição António Ferro e a modernidade da comunicação 1920 |1938, patente até 27 de Outubro 2015. Organização: Mafalda Ferro; Maria Barthez.

Local: Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

22 de Setembro de 2015

Entrega do Prémio António Quadros 2015, categoria IMPRENSA, ao jornal Expresso, nesse acto representado por Francisco Pinto de Balsemão, presidente da Impresa e Ricardo Costa, director do Expresso, por Mafalda Ferro, presidente da Fundação António Quadros, e por Mário Zambujal, presidente do júri também constituído por Eugénio Alves, vogal e Cesário Borga, vogal.

Local: Fundação António Quadros | Rio Maior.

 

8 de Outubro de 2015

Assinatura de um protocolo de cooperação entre a ALA Academia de Letras e Artes, nesse acto representada pelo seu presidente do Conselho de Administração, António Sousa Lara e a Fundação António Quadros Cultura e Pensamento, nesse acto representada pela sua presidente, Mafalda Ferro.

Local: ALA Academia de Letras e Artes | Monte Estoril.

 

8 de Outubro de 2015

Homenagem a António Ferro, 120 anos depois do seu nascimento (1895-1956): Apresentação de António Ferro, uma viagem no tempo e na memória, comunicação de Madalena Ferreira Jordão e Mafalda Ferro. Organização: António Sousa Lara; Madalena Ferreira Jordão; Mafalda Ferro; Vítor Escudero.

Local: ALA Academia de Letras e Artes | Monte Estoril. 

 

20 de Outubro de 2015

A Escola Fernanda de Castro fundada por Fernanda de Castro no Parque Infantil das Necessidades festejou o seu 77.º aniversário. A festa, uma das efemérides mais significativas do calendário escolar anual contou com a colaboração da Junta de Freguesia da Estrela, nomeadamente da Equipa da Biblioteca / Unidade de Desenvolvimento Comunitário.

 

12 de Novembro de 2015

Assinatura de protocolo entre o NewsMuseum e a Fundação António Quadros, no âmbito da criação de um museu dedicado aos Media e ao jornalismo. O NewsMuseum será inaugurado no próximo ano em Sintra e, entre muitos outros, contará com um módulo temático sobre a Propaganda em Portugal e no mundo no qual António Ferro, enquanto Director do Secretariado da Propaganda Nacional (SPN), posteriormente Secretariado Nacional de Informação, Cultura Popular e Turismo (SNI), tem um lugar muito especial.

 

15 de Dezembro de 2015

Apresentação, em Lisboa, no Centro Nacional de Cultura, de António Quadros e António Telmo: epistolário e estudos complementares, edição conjunta da Fundação António Quadros Edições e da Labirinto de Letras Editores com o fundamental apoio do Projecto António Telmo, vida e obra. Abertura da sessão: Guilherme d' Oliveira Martins. Composição da Mesa: Miguel Real (apresentação da obra), Mafalda Ferro, João Ferreira, José António Barreiros, Pedro Martins.

A obra será apresentada, no dia 29 de Janeiro de 2016, no Porto, na Labirinto de Letras, por Paulo Samuel, Pedro Martins, José António Barreiros e Mafalda Ferro; no dia 19 de Março, em Sesimbra, na Biblioteca Municipal, por Abel Lacerda Botelho, Pedro Martins;,José António Barreiros e Mafalda Ferro; no dia 21 de Março, em Rio Maior, na Fundação António Quadros, por Ana Filomena Figueiredo, Pedro Martins, José António Barreiros e Mafalda Ferro.

 

18 de Fevereiro de 2016

Apresentação, em Lisboa, no Círculo Eça de Queiroz, de António Ferro: 120 anos. Actas. Edição conjunta da Fundação António Quadros e da Texto Editores, a obra reúne, além das comunicações apresentadas em 2015, na Sociedade de Geografia, na Academia de Letras e Artes, na Academia de Ex-líbris e na Fundação António Quadros e dos registos da "Mesa Redonda em torno de António Ferro" e da exposição "António Ferro e a modernidade na comunicação", um conjunto inédito de mais de 50 imagens e a bibliografia édita e inédita, activa e passiva de António Ferro.

O livro foi apresentado, com grande adesão e interesse do público por Alfredo Magalhães Ramalho, José Gabriel Queiró, José Guilherme Victorino, Mafalda Ferro e Paulo Ribeiro Baptista; no dia 19 de Março, em Sesimbra, na Biblioteca Municipal, por Paulo Ribeiro Baptista; no dia 21 de Março, em Rio Maior, na Fundação António Quadros, por Manuela Dâmaso.

 

21 de Março de 2016

Homenagem prestada a António Quadros, 23 anos depois da sua morte, pela Fundação António Quadros e pela Câmara Municipal de Rio Maior. Apresentação de diapositivos sobre a sua vida e obra.

 

04 de Abril de 2016

Declaração de interesse cultural, para efeitos de mecenato cultural, exarada pelo Senhor Ministro da Cultura, Dr. João Soares, em relação ao projecto “Apoio à Investigação e Tratamento do Acervo Documental, Bibliográfico e Artístico – 2016/2018”, iniciativa da responsabilidade da Fundação António Quadros, podendo este usufruir dos benefícios fiscais previstos na lei, desde que os respectivos mecenas não tenham, no final do ano ou do período de tributação, em que o donativo é atribuído, qualquer dívida de imposto sobre o rendimento, a despesa ou o património e de contribuições relativas à Segurança Social, ou tendo-a, sendo exigível, a mesma tenha sido objecto de reclamação, impugnação ou oposição e prestada garantia idónea, quando devida, e sem prejuízo do disposto no artigo 86,º do Código do IRC, se ao caso aplicável.

 

7 de Maio de 2016

Lembrando e prestando homenagem ao Poeta, 100 anos depois da sua morte, a Fundação António Quadros inaugurou no dia 7 de Maio, em Rio Maior, a Exposição Documental e Bibliográfica Mário de Sá-Carneiro breve página de vanguarda e boémia. Apresentada por Manuela Dâmaso, a exposição documenta a vida de Sá-Carneiro desde os bancos do Liceu Camões até ao Hotel de Nice em Paris onde, no dia 26 de Abril de 1916, viria a por cobro à própria vida.

 

14 de Julho de 2016 

Carmen Dolores vence o Prémio António Quadros 2016 TEATRO. Equipa de Coordenação: Mafalda Ferro; José Carlos Alvarez; Júri: José Carlos Alvarez, presidente; Ana Isabel de Vasconcelos, vogal; Duarte Ivo Cruz, vice-presidente; José Sinde Filipe, vogal; Prémio: Troféu “Vida”, da escultora Cristina Rocha Leiria. Carmen Dolores foi uma escolha óbvia, espontânea e consensual já que a sua dimensão humana e artística ultrapassa e justifica a sua carreira de actriz como se pode comprovar através de acções de sua autoria ou co-autoria como a criação do Teatro Moderno e da Casa do Artista ou a publicação de obras literárias, Memórias de Teatro, importantes subsídios para o estudo da História do Teatro em Portugal. Outro factor que importa referir é o seu papel activo na defesa constante dos seus companheiros e o seu incentivo aos actores mais novos.

 

3 de Outubro de 2016

Inauguração da Exposição “Teatros Históricos de Portugal - Homenagem ao Teatro Português e a Carmen Dolores”. Organizada por Mafalda Ferro com o apoio do Museu Nacional do Teatro e da Dança e da Câmara Municipal de Rio Maior, a exposição foi inaugurada na Fundação António Quadros em Rio Maior. Patente até 24 de Novembro.

 

8 de Novembro de 2016

A Fundação António Quadros patenteou na Biblioteca Municipal de Sesimbra até 5 de Dezembro a Exposição Documental e Bibliográfica Mário de Sá-Carneiro”, encerrando assim as comemorações do centenário do seu nascimento.

 

9 de Dezembro de 2016

Cerimónia de entrega do Prémio António Quadros 2016 TEATRO a Carmen Dolores, em sua casa por Mafalda Ferro, Francisco d’Orey Manoel, José Carlos Alvarez, Duarte Ivo Cruz e Ana Isabel Vasconcelos. Esteve presente Rui Veres, filho da homenageada.

 

26 de Janeiro de 2017

Reunião dos Órgãos Sociais da Fundação António Quadros, nas instalações da Universidade Autónoma de Lisboa. Apresentação do Revisor Oficial de Contos, Luís Gonçalves da Cruz, e do Conselho Fiscal, agora constituído pela sua presidente Sara do Ó e pelas vogais Manuela Dâmaso e Maria Teresa Samwell Diniz.