Subscrever Newsletter
 
Fundação António Quadros
Publicadas em 2024 Imprimir e-mail

 

Para ler a newsletter n.º 205, de 14 de Janeiro de 2024, clique AQUI

ÍNDICE

Editorial: Colóquio “Vida e Obra de António Quadros”; Reedição do romance A Paixão de Fernando P. de António Quadros; Actas do Congresso «Nos Cem Anos de António Quadros (1923-2023)»; Tertúlia no Porto em torno da Trilogia Portugal, Razão e Mistério; Reedição, pela Clássica Editora, com nova organização, da colecção de bolso anteriormente publicada pela Europa-América, das obras completas em prosa e em verso de Fernando Pessoa, organizadas e anotadas por António Quadros. 

01 — Jaime Cortesão (1884-1960), 140 Anos depois, registos na Fundação António Quadros, por Mafalda Ferro.

02 — Jaime Cortesão e António Ferro, por Mafalda Ferro.

03 — António Ferro e a prisão de Jaime Cortesão. Correspondência inédita, por Mafalda Ferro.

04 — Jaime Cortesão no Pensamento de António Quadros, por Mafalda Ferro

05 — Germana Tânger, diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és..., por Mafalda Ferro.

06 — Livraria António Quadros. Obra em Promoção até 14 de Fevereiro: António Ferro: Ficção.

 

Para ler a newsletter n.º 206, de 14 de Fevereiro de 2024, clique AQUI

 

ÍNDICE
 
Editorial: José Marinho,  António Quadros e a Filosofia Portuguesa: Agostinho da Silva.

01 — Nos 120 anos de José Marinho, por Renato Epifânio.

02 — «Saber quem pensou em nós»: no 100.º aniversário de António Quadros, por Joaquim Pinto da Silva.

03 — Mito, História e Movimento - Invocação no Centenário de António Quadros, por Miguel Parada.

04 — Serão Literário «Liberdade, Poesia, Vida» porque "não há machado que corte a raiz ao pensamento". Divulgação.

05 — Dom Manuel e o regicídio, por Mafalda Ferro.

06 — Ruy Belo, 91 anos depois: Poema «Ah, poder ser tu, sendo eu!, de Ruy Belo, por Fundação António Quadros.

07 — Tasquinhas de Rio Maior. Divulgação.

08 — Livraria António Quadros: Em memória de D. Manuel no mês do assassinato de seu pai e irmão, obra em promoção até 14 de Março: D. Manuel II, o Desventurado, de António Ferro.